MISSAS HORÁRIOS
Domingo 07:00, 09:00, 17:00, 19:00
Segunda 19:00
Terça 18:00
Quarta 18:00
Quinta 18:00
Sexta 18:00
Sábado 19:00

Criação: 23/06/2012
Data Padroeiro: 24 de junho

Reitor:
Cônego Roberto Emílio Cavalli Júnior

Vigário:
Padre João Paulo de Mendonça Dantas

A Igreja de São João Batista, também chamada de Igreja de São Joãozinho é uma igreja colonial situada na Praça do Líbano, mais conhecida como Largo de São João, na cidade de Belém, no estado brasileiro do Pará. Construída em estilo barroco, a pequena igreja possuí nave em formato octogonal irregular e uma cúpula central. Foi criada pelo italiano Antônio José Landi, é considerada a joia da arquitetura do italiano, por ser a mais diferente, pelo tamanho, porte e harmonia. O edifício é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN.

O que originou a atual obra foi a construção primitiva de taipa coberta de palha, datada de 1622. A igreja serviu de prisão para o padre jesuíta Antônio Vieira, defensor da causa indígena durante uma revolta popular ocorrida em 1661. Em 1686 foi reconstruída em barro. Tornou-se em 1714 a Matriz da única paróquia de Belém. No ano de 1721 tornou-se Catedral durante 34 anos e Sede dos três primeiros Bispos do Pará. A edificação atual teve início no governo de Ataíde, pois havia uma necessidade de que esta igreja fosse erguida no bairro da Cidade Velha, devido a Catedral da Sé estava em construção e, portanto, fechada para atos litúrgicos, outro motivo para a construção desta igreja era a não existia de um local seguro para guardar o Santíssimo Sacramento. O projeto atual foi desenhado pelo arquiteto italiano Antônio José Landi. A construção se iniciou em 1772 e foi concluída em 24 de junho de 1777. Em 1899 houve a chegada de 6 frades agostinianos espanhóis, os quais serviram nessa igreja durante 60 anos. Mais tarde, em 1959 os padres diocesanos passaram a dirigir esta igreja.

Atualmente a Igreja de São Joãozinho pertence a juridição do Curato da Sé, sendo elevada a categoria de Reitoria no dia 23 de junho de 2012 pelo Arcebispo Metropolitano de Belém do Pará Dom Alberto Taveira Corrêa.

Contatos:
(91) 2121-3722 | (91) 2121-3723 | (91) 2121-3724
[email protected]